Enquanto brincava na terra, menina encontra fóssil de 65 milhões de anos

Allen|2018-03-29

Desde pequena a garotinha de 6 anos já adora arqueologia

Tudo aconteceu em outubro de 2017 no estado de Oregon, nos Estados Unidos, onde a garotinha Naomi Vaughan acompanhava, junto com os pais, o jogo de futebol de sua irmã.

Como esse tipo de evento pode ser um pouco entediante para as crianças que não estão participando, ela decidiu ir brincar na terra, algo que a pequena gosta muito de fazer.

Durante a “escavação” ela encontrou uma pedra engraçada, em formato de caracol, e decidiu levar para casa e colocar na sua coleção. O que mais chamou a atenção na pedra, é que ela é muito semelhante ao colar de estimação da protagonista do filme Moana, da Disney.

Neste mês, a família levou um susto ao descobrir que o objeto é muito mais do que eles imaginavam. Se tratava de um fóssil de mais de 60 milhões de anos.

O diretor de coleções paleontológicas do Museu de História Cultural e Natural da Universidade do Oregon disse à CNN que o fóssil achado pela menina é um amonite, uma criatura marinha que, assim como os dinossauros, desapareceu há milhões de anos.

O interessante sobre essa descoberta é que, apesar desse tipo de fóssil ser comum, não há outros registros dele na região em que foi encontrado.

Valor histórico e monetário

Por ser comum, ele não tem nenhum valor científico, porém, tem bastante valor para a educação da pequena Naomi. “É como cada um de nós aqui no Museu entrou no mundo da ciência”, explica o diretor.

Caso a família Vaughan decidisse vender o objeto encaracolado, eles conseguiriam arrecadar entre$40 mil e $50 mil dólares, ou seja, entre $130 e $165 mil reais.

Mas, segundo o patriarca, o fóssil vai permanecer guardado na coleção de rochas da filha. “Ela está muito feliz por ter descoberto um fóssil. Ela é a única pessoa na nossa família a ter feito um achado assim”, finaliza o pai.

Ficamos na torcida para Noami estude bastante e se torne uma cientista que faça muitas descobertas importantes.